UFSCar realiza atividades para mostrar a realidade dos estudantes indígenas

Uma das poucas universidades do país com vestibular indígena, a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) irá realizar a partir desta segunda-feira (16), a 4ª Semana dos Estudantes Indígenas. Dia 19 de abril é comemorado o ‘Dia do Índio’ no Brasil.

A UFSCar conta com 223 estudantes indígenas de 42 etnias. O evento é organizado desde 2015 pelo Centro de Culturas Indígenas (CCI) da universidade e procura promover o intercâmbio cultural e a difusão de alguns valores da cultura dos povos indígenas do Brasil para a comunidade acadêmica e a população de São Carlos.

O tema desta edição, que vai até dia 25, é “Acadêmicos indígenas: propondo o diálogo entre Ciência e conhecimento tradicional”.

As atividades começam nesta segunda-feira (16), com um curso de formação para professores do Ensino Fundamental I da rede pública de São Carlos. A abertura oficial acontece na terça-feira (17). Na quarta-feira a programação começa com a apresentação de trabalhos de conclusão de curso desenvolvidos por estudantes indígenas.

Na quinta-feira, no “Dia do Índio”, haverá roda de conversa sobre a data como dia de luta pelas causas indígenas, atividades de pintura corporal e Toré (ritual indígena). Além disso, serão apresentadas as experiências de estudantes indígenas e negros que participaram de intercâmbios em universidades de outros países. Na sexta, o destaque será a presença da cacique Kambeba Eronilde Fermin, formada no curso de Pedagogia Intercultural Indígena na Universidade Estadual do Amazonas (UEA).

As atividades seguem até o dia 25 de abril e acontecem no campus da UFSCar.

Confira a programação completa:

Terça-feira (17)

  • 19h – Abertura oficial – Teatro Bento Prado Júnior

Quarta-feira (18)

  • 10h às 17h30 – Apresentação de trabalhos e experiência de alunos indígenas nos Programas de Educação Tutorial (PETs) – Biblioteca Comunitária da UFSCar

Quinta-feira (19)

  • 9h – Roda de conversa: O “Dia do Índio” como o dia de luta pelas causas indígenas – Biblioteca Comunitária,
  • 11h às 12h30 – Pintura corporal – em frente à Biblioteca Comunitária
  • 12h30 às 13h – Toré (ritual indígena) – Saída da Biblioteca Comunitária rumo ao Restaurante Universitário
  • 14h30 às 17h30 – Apresentação das experiências de estudantes indígenas e negros que participaram de intercâmbios em universidades de outros países por meio do Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias do Nascimento, vinculado ao Ministério da Educação (MEC).

1,008 total views, 1 views today

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Privado